Facebook Twitter YouTube

Garanta já a sua Metamáquina 2!

Aproveite as vantagens da impressora 3D com o melhor custo/benefício do mercado brasileiro.

Folha: Impressão 3D começa a ficar mais acessível no Brasil

Publicado em 26 de março de 2012

Saiu hoje na Folha de S. Paulo uma matéria sobre impressão 3D em que afirma-se que o acesso a essas máquinas tem aumentado no Brasil. A matéria também menciona a Metamáquina. Só faltou falar que já estamos aceitando pedidos para kits e impressoras 3D montadas.

Até quarta-feira, é possível apoiar nosso projeto de financiamento colaborativo no Catarse. Apoiando o projeto, você pode levar desde um objeto 3D único até uma impressora 3D com workshop de instrução em sua escola ou empresa. Na prática, funciona como uma pré-venda.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn

Metamáquina 3D – video with subtitles!

Publicado em 5 de março de 2012

Thanks to Universal Subtitles, we’ve been able to subtitle our promo video in English and Portuguese. Feel free to add subtitles for other languages!

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn

Modelos da Metamáquina no Thingiverse

Durante a Campus Party 2012, fizemos muitos contatos com pessoas que visitaram nossa bancada para conhecer mais sobre as tecnologias de impressão 3D. Algumas pessoas nos perguntaram se seria possível imprimir determinados objetos e a nossa reação natural foi organizar pequenas oficinas de modelagem 3D.

Alguns resultados dessas atividades podem ser vistos abaixo:

Angry Bird amarelo

Julien Fourgeaud, do time do Angry Birds, nos pediu a impressão de um modelo 3D do Angry Bird amarelo.

Come-come

Um representante do CAEC (“Centro Acadêmico de Engenharia da Computação” da UnB – Universidade de Brasília) nos pediu um PacMan decorativo já que este é o símbolo do centro acadêmico em questão.

Dado de linguagens de programação

Um colega nos pediu um dado de 6 faces para ser usado (de forma bem-humorada) na tomada de decisão de qual linguagem utilizar em projetos para a empresa em que ele trabalha.

Chaveiro do Isaac Asimov

Um dos sócios-fundadores do FHS (“Fundação Hacker Space”, um hackerspace brasileiro), nos pediu um chaveiro com o logotipo do clube. O logotipo deles é uma caricatura de Isaac Asimov.

Conta da Metamáquina no Thingiverse

Os modelos de alguns desses objetos foram publicados na conta da Metamáquina recém-criada no site Thingiverse e continuaremos utilizando esta conta para demonstrar as coisas legais que estivermos fazendo com a nossa impressora.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn

O que é uma impressora 3D?

Publicado em 28 de janeiro de 2012

Impressoras 3D são máquinas capazes de imprimir praticamente qualquer objeto: um apito (que faz barulho!), um boneco ou uma peça de um equipamento industrial. Na última década, as impressoras 3D deixaram de ser um avançado equipamento restrito ao meio industrial para invadir casas e escritórios.

Mas o que é uma impressora 3D e onde é possível encontrar uma?

De maneira similar a impressoras laser e a jato de tinta, que imprimem imagens bidimensionais com tinta em papel, linha por linha, impressoras 3D aplicam plástico derretido, camada por camada, até formar um objeto volumoso, tridimensional – não estamos falando de imagens tridimensionais como as do cinema, mas de objetos reais! Depois de pronto, é possível manusear o objeto impresso e usá-lo para o propósito para o qual foi criado, como se fosse feito em uma fábrica. E assim como em uma impressora de papel, é possível imprimir qualquer coisa que você consiga modelar em um computador ou ainda baixar da Internet em diversos sites de compartilhamento de objetos!

A impressora 3D Huxley: uma RepRap para viagem!

Ou seja, já é possível ter uma fábrica de pequena escala em casa ou no escritório! Faça uma maquete arquitetônica, um protótipo do seu projeto de engenharia, aquela pecinha que quebrou e que você não acha em lugar nenhum, um brinquedo único para seu filho, aquele tijolinho de Lego que você sempre quis – e até outra impressora 3D – em poucas horas!

O fim da era industrial

Até meados da década passada, ter acesso a essa tecnologia fora de uma grande empresa era algo inimaginável. Impressoras 3D industriais tem, pelo menos, o tamanho de um armário e custam a partir de algumas dezenas de milhares de dólares, chegando até a milhões.

Isso começou a mudar em 2005, quando Adrian Bowyer, professor de uma universidade britânica, iniciou o projeto da RepRap, uma impressora 3D de design aberto que pudesse imprimir a maioria dos seus próprios componentes. Uma máquina autorreplicável e barata, feita com hardware aberto e comandada por software livre, desenvolvida por uma comunidade que hoje está espalhada pelo mundo, criando colaborativamente novos modelos que qualquer um pode construir!

[youtube_small]Bdvr1ucnAJc[/youtube_small]

Hoje as impressoras 3D já deixaram de ser algo restrito à indústria e habitam casas, estúdios e escritórios. Uma empresa norteamericana criada há três anos em um galpão já contabiliza mais de 6 mil máquinas produzidas. Em poucos anos as impressoras 3D serão tão populares quanto qualquer outro acessório tecnológico.

Mas as impressoras 3D vão além de qualquer gadget que já tenha passado por nossas mãos. Muitos já as veem como o início de uma revolução que pode colocar a indústria dentro de cada casa, empoderando o ser humano comum a construir praticamente qualquer coisa e materializar qualquer ideia – sem limites à criatividade.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn

Modelagem 3D paramétrica com software livre

Publicado em 27 de janeiro de 2012

Dentre os softwares livres para modelagem 3D, o mais frequentemente citado costuma ser o Blender. De fato, o Blender pode ser utilizado na criação de modelos 3D para posterior impressão. Entretanto, para o projeto de peças técnicas existem algumas ferramentas mais específicas do que o Blender, dentres as quais está o OpenSCAD, programa que será abordado neste post.

O OpenSCAD é um software livre de CAD (Computer Aided Design) onde os modelos 3D são definidos algoritmicamente. A modelagem é feita por meio da escrita de um script que quando executado resulta no modelo 3D desejado. Uma das vantagens dessa abordagem, que pode às vezes parecer um pouco estranha aos não-programadores, é poder criar modelos paramétricos, ou seja, onde determinadas dimensões do objeto podem ser alterados a posteriori, por meio da seleção de diferentes valores de parâmetros, sem precisar re-modelar tudo do zero.

Outra vantagem dessa abordagem de modelagem por meio de scripts é que práticas de reuso de código (muito comuns no desenvolvimento de software) podem ser empregadas também no trabalho de modelagem 3D. Pode-se encontrar diversos scripts OpenSCAD no site Thingiverse, por exemplo. A partir destes scripts podemos facilmente criar objetos derivados, sem precisarmos nos preocupar em re-modelar os objetos nos quais nos inspiramos.

Pode-se também criar scripts que sejam capazes de gerar toda uma gama de modelos 3D. Um exemplo bacana disso são as famosa peças de LEGO. Enquanto alguém poderia criar o modelo da peça de 2×4 pinos usando o blender, caso se deseje imprimir uma peça de tamanho diferente, por exemplo uma peça de 6×2 pinos, seria necessário criar um outro modelo no blender. Ou seja, teríamos um arquivo de modelo 3D para cada configuração possível de número de pinos em uma peça de LEGO. Entretanto, utilizando o OpenSCAD, podemos criar um único script que seja capaz de gerar todos os tijolinhos de LEGO. Segue abaixo uma implementação dessa idéia.

Durante a Campus Party 2012 organizaremos oficinas de modelagem com OpenSCAD para as pessoas interessadas em aprender mais sobre o assunto.

// Modelo paramétrico de tijolos de LEGO
// Data: 12 de Novembro de 2011
// Criado por Felipe Corrêa da Silva Sanches
// <fsanches@metamaquina.com.br>
// Lançado ao domínio público

lego_unit = 60;
lego_height = 60;
lego_button_radius = 18;
lego_wall_width = lego_unit/2 - lego_button_radius;
lego_button_height = 2*lego_wall_width;
base_pin_radius = lego_wall_width;
base_circle_radius = (lego_unit*sqrt(2) - 2*lego_button_radius)/2;

module lego_brick(brick_length=4, brick_width=2){

union(){
	difference(){
		cube([lego_unit*brick_length, lego_unit*brick_width, lego_height]);

		translate([lego_wall_width, lego_wall_width, -lego_wall_width])
		  cube([lego_unit*brick_length - 2*lego_wall_width,
                        lego_unit*brick_width - 2*lego_wall_width,
                        lego_height]);
	}

	//buttons
	for (i = [0:brick_length-1]) {
		for (j = [0:brick_width-1]) {
			translate([lego_unit/2+i*lego_unit, lego_unit/2+j*lego_unit,lego_height+1])
                        cylinder(r=lego_button_radius,
                                 h=lego_button_height-2,center=true);
		}
	}

	if (brick_width==1){
		if (brick_length>1){
			//base pins
			for (i = [1:brick_length-1]) {
				translate([i*lego_unit, lego_unit/2, lego_height/2])
                                cylinder(r=base_pin_radius,
                                         h=lego_height, center=true);
			}
		}

		if (brick_length > 3){
			for (i = [1:(brick_length/2-1)]) {
				translate([i*2*lego_unit, lego_unit/2, lego_height/2+lego_wall_width/4])
                                cube([lego_wall_width, lego_unit,lego_height-lego_wall_width/2], center=true);
			}
		}
	} else {
		difference(){
			union(){
				//body of the base circles
				for (i = [1:brick_length-1]) {
					translate([i*lego_unit, lego_unit, lego_height/2])
					difference(){
						cylinder(r=base_circle_radius, h=lego_height, center=true);
					}
				}

				//inner walls
				if (brick_length > 3){
					for (i=[1:(brick_length/2-1)]) {
					  translate([i*2*lego_unit, lego_unit, lego_height/2+lego_wall_width/2])
                                          cube([lego_wall_width/4, 2*lego_unit,lego_height-lego_wall_width],
                                               center=true);
					}
				}
			}
			
			//holes of the base circles
			for (i = [1:brick_length-1]) {
				translate([i*lego_unit, lego_unit, lego_height/2])
				cylinder(r=lego_button_radius, h=lego_height+1, center=true);
			}

		}

	}
}

}

//Para gerar o modelo da peça
// de 2x2 pinos:
lego_brick(2,2);

//Para gerar o modelo da peça
// de 4x2 pinos:
//lego_brick(4,2);

//Para gerar o modelo da peça
// de 3x1 pinos:
//lego_brick(3,1);

//Para gerar o modelo da peça
// de 13x1 pinos (que eu nunca vi à venda :-P):
//lego_brick(13,1);
 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn