Facebook Twitter YouTube
Home Impressão 3D Catalizando a inovação de garagem
formats

Catalizando a inovação de garagem

Publicado em 8 de julho de 2012

Meu nome é Felipe Sanches e sou um dos sócios da Metamáquina.

Na época em que eu comecei a entrar em contato com as impressoras 3D eu escrevi um artigo no meu blog pessoal que ilustra algumas das razões pelas quais 2 anos depois decidi junto com meus colegas abrir a Metamáquina e produzir kits e impressoras para o mercado brasileiro.

Veja o blog-post aqui:
http://jucablues.blogspot.com.br/2010/04/pinball-hacking-and-personal.html

Me preocupam um pouco esses exemplos típicos de uso de impressoras 3D do tipo “quebrou um ganchinho de toalha na sua casa e você pode imprimir outro”. Acho que isso é uma certa bobagem. Claro que você pode fazer uma peça de reposição para um ganchinho quebrado, mas pra mim não é aí que está o grande valor da popularização das impressoras 3D. Eu acho que o importante mesmo é que as impressoras 3D caseiras são infra-estrutura para ampliar as possibilidades dos muitos “professores-pardais”, de muitos inventores de garagem. Essas máquinas, que antes eram acessíveis apenas em departamentos de pesquisa privados ou em laboratórios universitários agora estão chegando às mãos da população, tornando mais fácil a inovação autônoma e decentralizada. É para catalizar esses usos criativos da tecnologia que estamos colocando estas máquinas no mercado brasileiro.

Como você pode ver no blog-post mencionado acima (que foi escrito 2 anos antes do nascimento da Metamáquina) estas minhas colocações não são uma “campanha de marketing” para a minha empresa. Esta é a minha experiência de vida que passa inclusive por uma peregrinação por uns 15 hackerspaces europeus (laboratórios comunitários para amantes de tecnologia) assim como pela criação do Garoa Hacker Clube, em São Paulo, também com o intuito de viabilizar esta cultura de inovação caseira; essa cultura dos hackerspaces e laboratórios de garagem. E diga-se de passagem que os hackerspaces estão entre os lugares mais prováveis de se encontrar impressoras 3D livres hoje em dia.

Nosso comprometimento com o movimento do software livre e do hardware aberto tem tudo a ver com isso. Não queremos simplesmente oferecer um produto bacana. Queremos facilitar o acesso a equipamentos que aumentem o potencial de inovação das pessoas. E, portanto, o próprio produto precisa ter seu design aberto para que possa ser aprimorado pela sua comunidade de usuários.

happy hacking,
Felipe “Juca” Sanches
Diretor de Desenvolvimento – Metamáquina

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments